Documentário O Complexo (Teles Pires-MT/PA) é exibido no Cine Kurumin – Festival de Cinema Indígena, na Bahia

Documentário O Complexo (Teles Pires-MT/PA) é exibido no Cine Kurumin – Festival de Cinema Indígena, na Bahia

A reflexão a respeito dos impactos socioambientais provocados pelo planejamento da matriz elétrica nacional e por grandes obras de infraestrutura sobre povos indígenas e tradicionais tem se tornado foco de reflexões nas artes visuais e começam a ganhar projeção em festivais. Este é o caso do documentário O Complexo, que está sendo exibido hoje no Cine Kurumin – Festival de Cinema Indígena, na Bahia.

Com roteiro de João Andrade e Thiago Foresti e realização do Fórum Teles Pires (FTP) e da Forest Comunicação, a produção  tem o apoio do Instituto Centro de Vida (ICV), da International Rivers – Brasil e da Mott Foundation. O documentário apresenta impactos provocados por uma decisão política no âmbito federal, ao optar por grandes empreendimentos hidrelétricos, na Bacia do Tapajós – sub-bacia do Teles Pires, entre Mato Grosso e Pará. Ao longo de 26 minutos, indígenas, agricultores, representantes do Ministério Público Federal, e da Academia, entre outros personagens, retratam quais estão sendo as implicações, no ponto de vista desses atores, sobre a construção de um complexo de quatro usinas, nesta região.

No Cine Kurumin, participam desta edição mais de 60 obras, entre longas e curtas-metragens, de dez países da Ásia, América e da Europa. O festival prossegue até o dia 16, em Salvador. Entre 16 e 19 de agosto, será realizado na Aldeia Tupinambá, localizada na Serra do Padeiro, BA.

Os roteiros tratam de temas variados, nos quais os indígenas enfrentam desde passivos provocados por mineradoras e hidrelétricas à pressão exercida pelo agronegócio. O Festival também apresenta rodas de conversa e debates. Mais detalhes sobre a programação podem ser conferidos no Facebook .

Confira o trailer de O Complexo.

Para entender mais sobre o contexto do documentário, veja também:
Indígenas do Teles Pires, entre Mato Grosso e Pará, defendem seus direitos em Brasília
Indígenas da Bacia do Teles Pires se mobilizam, em Brasília, por seus direitos frente a empreendimentos hidrelétricos
Vozes dos Atingidos do Fórum Teles Pires completa 10 depoimentos
Bacia do Tapajós é uma das mais ameaçadas por hidrelétricas na Amazônia, segundo estudo publicado na Nature
Povos indígenas do Teles Pires querem sair da invisibilidade nos processos de licenciamentos hidrelétricos
Do Xingu ao Teles Pires: documentários retratam os impactos de grandes hidrelétricas nas vozes dos atingidos
Organizações assinam manifesto sobre cenário desafiador da Amazônia coberta por hidrelétricas
Debate sobre hidrelétricas na Amazônia mobiliza ONGs, MPF, legislativo e poder público no Congresso Nacional, no dia 6
III Festival Juruena Vivo promove manifesto para constituição de Comitê de Bacia Hidrográfica
III Festival Juruena Vivo tem programação definida, de 27 a 30 de outubro, em Juara, MT
Povos indígenas são protagonistas em encontro do Fórum Teles Pires, em Alta Floresta