21 set 2012
Notícias

Conselho de Meio Ambiente de Cotriguaçu se capacita para fortalecer atuação

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais

Daniela Torezzan / ICV

Foi realizada entre os dias 17, 18 e 19 deste mês a segunda oficina de capacitação do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Cotriguaçu (CMMA), uma atividade continuada dentro do projeto Cotriguaçu Sempre Verde, desenvolvido pelo Instituto Centro de Vida (ICV) em parceria com os setores públicos e privados do município. Em junho deste ano foi realizada a primeira oficina quando os conselheiros indicaram sobre quais temas gostariam de receber mais informações.

Durante três dias, 20 conselheiros representando os setores madeireiro, pecuário, indígena, agricultura familiar, serviços e gestão municipal discutiram instrumentos e mecanismos para fortalecer e ampliar a atuação do Conselho. Durante a oficina aconteceram palestras, trabalhos em grupo e diversas rodadas de discussão para que os conselheiros conhecessem mais sobre os limites, as responsabilidades e as possibilidades de atuação do CMMA na gestão ambiental do município.

O desejo de fortalecer e ampliar essa atuação foi expresso em diversos momentos pelos participantes. “Fazer o CAR e tirar o município da lista crítica não basta. Temos que tirar também a situação crítica do município”, disse Sr. Alvino Rosa de Oliveira, assentado rural, durante um debate sobre o processo de realização do Cadastro Ambiental Rural. Para ele, o conselho tem um papel muito importante em pensar o desenvolvimento do município de forma contínua.

Cotriguaçu está localizado na região Noroeste do estado de Mato Grosso e mantém cerca de 80% da cobertura florestal preservada, com atividades econômicas divididas entre pecuária e serviços florestais. Ainda assim, o município está incluído na lista crítica dos maiores desmatadores da Amazônia Legal, criada pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Para Werner Trietinger, que representa o setor madeireiro no Conselho, os desafios são muitos e requerem dedicação e trabalho. “Temos nossas atividades diárias e estar aqui nesses dias todos é um esforço que fazemos para o bem do município”, disse.

Um ponto que recebeu atenção especial durante a capacitação foi com relação à representatividade no CMMA. Carolina Jordão, analista de Gestão Ambiental do ICV, ressalta que um dos grandes desafios do Conselho é justamente fazer com que os diferentes setores estabeleçam um diálogo e construam, juntos, uma visão integrada de desenvolvimento do município. “Nosso objetivo é fornecer informações e orientações para que o CMMA consiga desenvolver a capacidade de autogestão”, explicou.

Renato Farias, coordenador adjunto do ICV que também coordena o projeto Cotriguaçu Sempre Verde, reforçou que as iniciativas só terão êxito na medida em que forem absorvidas e replicadas para sociedade local. “Nossa parceria é com os moradores de Cotriguaçu. É com eles que nos relacionamos buscando construir uma base sólida de desenvolvimento territorial. Por isso, é fundamental ter um Conselho atuante e fortalecido, formado por diversos setores.

O projeto
O projeto Cotriguaçu Sempre Verde visa contribuir para a construção de uma nova trajetória de desenvolvimento socioambiental e econômico para esse município, pautada na conservação e no manejo sustentável dos recursos naturais. Para isso, o projeto atua em cinco frentes: Boas Práticas Agropecuárias para o gado de corte e de leite, Gestão Ambiental Municipal, Bom Manejo Florestal, Governança dos recursos naturais nos Assentamentos e Integração das Áreas Protegidas. O projeto Cotriguaçu Sempre Verde é desenvolvido pelo Instituto Centro de Vida (ICV) e parceiros com apoio do Fundo Vale.

Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo