23 jun 2012
Notícias

Cúpula dos Povos entrega declaração à ONU repudiando resultados oficiais da Rio+20

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais

Daniela Torezzan / ICV

O documento considera os resultados do evento um retrocesso socioambiental em relação à Eco-92

As organizações da sociedade civil reunidas no aterro do Flamengo, durante a Rio+20, aprovaram em assembleia, nesta sexta-feira (22) a declaração final da Cúpula dos Povos.

A carta repudia os resultados diplomáticos da conferência ambiental, considerados divorciados da realidade e fracos demais frente aos desafios a serem enfrentados.

Na quarta-feira, lideranças da sociedade civil já haviam pedido que a expressão “com plena participação da sociedade civil” fosse removida do parágrafo introdutório do documento oficial da Rio+20 por entenderem que não retrata a verdade. Ou seja, as organizações e movimentos socioambientais e autogestionados não foram incluídos nas negociações e não concordam com o teor das mesmas.

O documento final da cúpula é resultado de cinco plenárias organizadas em torno dos temas soberania alimentar, trabalho, energia e empresas extrativistas, defesa dos bens comuns e justiça social. Além do consenso contra a Rio+20, a cúpula contesta a ideia de economia verde e o atual modelo de desenvolvimento.

A declaração final da Cúpula dos Povos considera os resultados da RIO+20 um retrocesso em relação à Eco-92.

O documento será entregue ao secretário-geral da ONU Ban Ki-moon.

Leia aqui o texto completo.

Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo