12 dez 2023
Notícias

Agricultoras e agricultores trocam experiências e validam boletim da Rota Local

Autor: Assessoria de Comunicação

Compartilhe nas redes sociais
  • Encontro Anual Rota Local em Paranaíta
  • Encontro Anual Rota Local em Paranaíta
  • Encontro Rota Local em Paranaíta
  • Encontro Anual Rota Local em Paranaíta
  • Encontro Anual Rota Local em Paranaíta
  • Encontro Anual Rota Local em Paranaíta
  • Encontro Anual Rota Local em Paranaíta
  • O 4º Encontro Anual de Comercialização da Rota Local, no município de Paranaíta, possibilitou um espaço de trocas de experiências entre agricultoras e agricultores familiares que compõem a iniciativa. Realizado na última quinta-feira (7), o evento reuniu os produtores para a avaliação do boletim anual do projeto, que une a agricultura familiar com diferentes mercados consumidores no Norte de Mato Grosso.

    O encontro marcou o encerramento do projeto Arranjos Socioprodutivos para Territórios Livres de Desmatamento. Neste sentido, os diálogos foram direcionados à avaliação da iniciativa assim como o planejamento dos próximos passos da Rota Local para o ano de 2024.

    Para a avaliação do projeto, durante o período da manhã, as pessoas presentes elencaram os pontos positivos e os entraves da experiência com a execução da Rota Local. A partir disso, discutiram os desafios e oportunidades da iniciativa levando em consideração critérios como a governança, logística, comercialização e produção relativa à iniciativa.

    Diante dos resultados, as agricultoras e agricultores debateram junto a representantes do Instituto Centro de Vida (ICV) as ações mais eficientes para mitigar os efeitos negativos dos desafios e potencializar as oportunidades para o ano de 2024. No planejamento, as pessoas presentes estipularam datas para o desenvolvimento das atividades no próximo ano.

    “É muito importante esse reencontro com as pessoas envolvidas nesse projeto. A gente consegue perceber o tamanho, a grandeza, que o projeto foi para todas as famílias envolvidas”, disse a agricultora familiar Silmara Assaiante, de Nova Monte Verde.

    “Dentro do meu dia a dia, da minha vida familiar, foi uma constante comercialização. Eu tive apoio semanal deles. Em momento nenhum deixaram a desejar comigo. Eu só tenho a agradecer durante esse último ano. Melhorou muito. O impacto foi grande dentro da renda familiar”, completou.

    Técnico Socioambiental do ICV, Odair de Souza Fagundes coordenou o evento e apresentou às agricultoras e agricultores a terceira edição do boletim da Rota Local. O documento, conforme apresentação feita às pessoas presentes, foi estruturado a partir de perguntas frequentes que surgem em torno da iniciativa. O material será distribuído na íntegra ao final do mês de janeiro de 2024.

    “No evento, a gente trouxe também a publicação de alguns dos nossos resultados. Então, fizemos um recorte do que foi esse projeto do Arranjos Socioprodutivos no âmbito da Rota Local. Então, esses quase R$ 3 milhões de comercialização que a gente pode apoiar dentro deste projeto, mas também resultados enquanto volume que foi transacionado. E para eles poderem ver a Rota Local não como uma ação pontual que eles têm contato, porque às vezes o contato que eles têm é o individual”, disse o técnico.

    “A gente começou a criação deste boletim de forma semestral, mas agora a gente traz mais informações voltadas para o produtor, para as famílias agricultoras e para aquelas que não fazem parte da Rota Local ainda. Então, a gente traz informações de como fazer parte da Rota Local, quem são as pessoas, como fazer essa aproximação, o que plantar, onde está vendendo, qual o tamanho do mercado”, finalizou.

    Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

    Tags

    Leia também...

    © 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

    Desenvolvido por Matiz Caboclo