Conexão Água e Floresta

Projeto de Restauração Florestal em APPs degradadas em Alta Floresta

O projeto Restauração Florestal em APPs degradadas em Alta Floresta – Conexão Água e Floresta – é  fruto de convênio com o Ministério da Justiça para a restauração florestal de áreas de preservação permanente (APP) degradadas no município. O objetivo é trabalhar a conectividade dos fragmentos florestais na paisagem, servindo de ferramenta para conservar e melhorar a produção e oferta de água em propriedades da agricultura familiar em Alta Floresta/MT.

Atualmente, o município de Alta Floresta, localizada no Extremo norte do estado de Mato Grosso, apresenta 14.631 hectares de áreas de preservação permanente degradadas. Por serem áreas prioritárias, tanto pela manutenção do potencial hídrico quanto pela função de conectividade de paisagem e de corredor ecológico, necessitam de uma atenção especial e urgente para sua recuperação.

Entre os resultados espera-se 15 hectares de áreas de preservação permanente (APPS) degradadas em processo de restauração e cerca de 20 pessoas capacitadas em restauro florestal, com enfoque em Sistemas Agroflorestais.

A continuidade do projeto se dará pela contrapartida por parte dos produtores beneficiados que se comprometerão a realizar a manutenção das áreas com manejo periódico, colaborando com a restauração florestal para recuperação dos passivos ambientais.

 

Veja no vídeo do Dia das Florestas e da Água imagens do preparo de uma área para plantio de SAFs

Objetivo do projeto:

Restaurar Área de Preservação Permanente (APPs) degradada, através do uso Sistemas Agroflorestais (SAFs), visando a formação de corredores ecológicos para a conectividade da paisagem e a produção e uso sustentável dos recursos florestais e hídricos.

Estratégias para continuidade do projeto:  

O projeto consiste na implantação de restauro em áreas de preservação permanente degradadas, que formarão áreas de conectividade da paisagem, no fortalecimento da segurança alimentar de famílias da agricultura familiar.

A continuidade do projeto se dará pela contrapartida por parte dos produtores beneficiados que se comprometerão a realizar a manutenção das áreas com manejo periódico, colaborando com a restauração florestal para recuperação dos passivos ambientais. Essa contrapartida dos proprietários será firmada através do Termo de Compromisso que constará todas as responsabilidades para que a propriedade possa ser contemplado no projeto.

Além disso a continuidade se dará pelo engajamento de instituições parceiras que promovem outros tipos de apoio a restauração das áreas de preservação permanentes, através de pesquisas e extensão, de sensibilização, resultados mensurados em campo. Como a Prefeitura Municipal de Alta Floresta já desempenha ações de restauração florestal, por meio do Projeto Olhos D’Água da Amazônia.

Também é de interesse do Instituto Centro de Vida continuar o trabalho de formação de capital humano e social para o fortalecimento ambiental e da agricultura familiar da região.

São propostas quatro frentes ações:

  • Ir em áreas de preservação permanente degradadas, visando a restauração florestal;
  • Utilizar sistemas agroflorestais como metodologia de restauração florestal em propriedades de agricultura familiar;
  • >Capacitar pessoas em técnicas de sistemas agroflorestais para a restauração florestal;
  • 15 hectares de APPDs em processo de restauração para formação de corredores ecológicos para a conectividade da paisagem, os quais serão monitorados com visitas bimestrais in loco até 06 meses após o plantio;
  • 20 pessoas capacitadas em restauro florestal, com enfoque em Sistemas Agroflorestais. Serão mensurados através da quantidade de certificado de conclusão de capacitação entregues;

EXECUÇÃO FINANCEIRA

A organização da sociedade civil prestará contas da boa e regular aplicação dos recursos recebidos no prazo de até 90 (noventa) dias a partir do término da vigência da parceria ou no final de cada exercício, se a duração da parceria exceder um ano, respeitados os prazos previstos no art. 65 do Decreto nº 8.726/2016.

Termo de Fomento Nº 852625/2017

Nº Processo: 08012002574201741

Valor total do apoio do Ministério da Justiça R$ 349.990,39

Convenente: INSTITUTO CENTRO DE VIDA / CNPJ nº 26.812.784/0001-46

Valor de Contrapartida: R$ 0,00

Data de Assinatura: 26/12/2018

Vigência: 26/12/2018 a 26/12/2020

Valor a ser transferido ou descentralizado por exercício: 2018 – R$ 349.990,39

Valor total da remuneração da equipe: R$ 155.491,35.

Crédito Orçamentário R$ 52.985,09

Valor das fontes de  recursos R$ 297.005,30

Coordenador  do Projeto: Eriberto Oliveira Muller