15 fev 2019
Notícias

Dados do ICV são base para análise sobre o CAR em artigo científico

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais
Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

Bases cartográficas do Instituto Centro de Vida (ICV) foram utilizados nas análises de artigo publicado nos anais da Associação Brasileira de Agroecologia no começo deste ano. O trabalho avaliou a situação e a qualidade das informações geográficas apresentadas no Cadastro Ambiental Rural (CAR) de propriedades rurais familiares localizadas em uma microbacia hidrográfica no município de Carlinda, norte de Mato Grosso.

A área está dentro do Projeto de Assentamento Conjunto Carlinda, criado pelo Instituto Nacional da Reforma Agrária (Incra) em 1981. No conjunto de 113 imóveis analisados, as principais atividades são a pecuária, a produção de milho, café e cana-de-açúcar. A partir de análise comparativa dos dados do ICV com os dados ainda disponíveis no Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (SICAR) foi possível identificar a não-declaração no CAR por 17% dos imóveis rurais, ou seja, 634,8 hectares sem dados geoespaciais, representando 21,5% da área total da microbacia.

A análise aponta também imprecisão no traçado da rede hidrográfica e dados com falhas de digitalização. Com isso, apenas 35 imóveis apresentaram áreas de preservação permanentes (APP) no CAR, o que resulta em um percentual de 72% a menos relação ao total de APPs existentes na microbacia. O estudo concluiu que os dados geoespaciais disponíveis na base do SiCAR apresentam potencial de uso para o planejamento e gestão de propriedades rurais, mas desde que haja eficiência e rigor na análise destas informações.

“Isto nos mostra que a qualidade das informações geográficas que estamos produzindo aqui no ICV é de alta confiabilidade”, aponta Vinícius de Freitas Silgueiro, coordenador do Núcleo de Geotecnologias do ICV.

O artigo “O Cadastro Ambiental Rural na Gestão de Propriedades Rurais Familiares de uma Microbacia no Portal da Amazônia/MT” foi apresentado no Agroecol 2018, realizado em Campo Grande-MS em novembro de 2018. Os autores são Diego Ruiz Soares, Adriana Cavalieri Sais, Renata Evangelista Oliveira, da Universidade Federal de São Carlos e Vinícius de Freitas Silgueiro, coordenador do Núcleo de Geotecnologias do ICV.

Clique aqui e confira o artigo. 

 

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo