Esquema de Redução de Emissões da Aviação Civil Internacional (Corsia/Icao): Desafios e Oportunidades para o Brasil

Esquema de Redução de Emissões da Aviação Civil Internacional (Corsia/Icao): Desafios e Oportunidades para o Brasil

Estudo liderado pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (IDESAM), em parceria com o ICV e outras organizações da sociedade civil, analisou a fundo as oportunidades do Esquema de Redução de Emissões da Aviação Civil Internacional (CORSIA, na sigla em inglês) para o Brasil.

Baixe o estudo completo: Esquema de Redução de Emissões da Aviação Civil Internacional: Desafios e Oportunidades para o Brasil

O Esquema do CORSIA vai vigorar em três fases principais, iniciando em 2021. Até o momento, 72 países já se comprometeram a participar do CORSIA em seu período voluntário. O Brasil ainda não aderiu ao acordo e se comprometeu a participar apenas a partir de 2027. Com isto, pode perder a oportunidade de direcionar os recursos gerados pela compensação das emissões da aviação civil em projetos de desenvolvimento sustentável já a partir de 2021.

O estudo, coordenado pelo IDESAM, foi elaborado em conjunto com a BVRio, Biofilica, Instituto Centro de Vida (ICV), Fundação Amazônia Sustentável (FAS) e Imazon; com apoio do Instituto Clima e Sociedade (iCS) e Environmental Defense Fund (EDF).