O Complexo concorre ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

O Complexo concorre ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

O premiado documentário O Complexo (2017), produção da Forest Comunicação em parceria com o Instituto Centro de Vida (ICV) e o Fórum Teles Pires, foi selecionado para concorrer a mais um prêmio, na categoria Documentário: o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, do canal Curta. Em sua 17ª edição, o objetivo do projeto é promover o interesse do público pelos filmes que competem sob Voto Popular. Nesta edição, a mostra com os filmes vencedores ocorrerá entre os dias 2 e 17 de setembro no Canal Curta.

> Mais: Participe da votação neste link: http://portacurtas.org.br/filme/?name=o_complexo

Para votar, você precisa clicar nas estrelas abaixo do vídeo no link.

Cartaz do documentário O Complexo

O documentário, dirigido por Thiago Foresti, tem 26 minutos de duração e trata da construção e impacto de quatro usinas hidrelétricas e algumas Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) sobre a bacia do Rio Teles Pires. O filme relata o impacto sobre as vidas de pescadores, indígenas e assentados que vivem no entorno das obras – e, que tiram do rio seu sustento. Também expõe a discrepância entre os discursos dos responsáveis pelas obras e as violências sofridas pelas comunidades.

>> Veja o dossiê completo sobre os impactos das barragens nos povos indígenas que habitam as regiões do Rio Teles Pires: dossiê.

Diversos especialistas também falam sobre o desequilíbrio ambiental gerado a partir da construção dessas usinas e buscam ainda alertar o público sobre os efeitos negativos das construções. Os atos de truculência vividos pelos povos indígenas da área também são retratados.

Tensão presente

Os problemas mostrados no documentário não apenas não melhoraram, como alguns se intensificaram. Em outubro passado, a Força Nacional de Segurança Pública foi chamada para garantir a segurança das obras da Usina (UHE) São Manoel, em Alta Floresta, na divisa entre Mato Grosso e Pará.

O Ministério da Justiça liberou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública em outubro com a previsão de que, inicialmente, os policiais permaneceriam na região até o dia 31 de dezembro. Mas, em 26 de dezembro, para garantir a continuação da construção, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, prorrogou o prazo e determinou a permanência da Força Nacional até o dia 28 de fevereiro. Novamente, o decreto divulgado no Diário Oficial da União, prorrogou o prazo para 90 dias a permanência da Força Nacional em Mato Grosso, ou seja, até o final de maio. Mesmo agora, em julho, ainda não foram divulgadas informações sobre a possível prorrogação e a permanência ou não deles.

O Prêmio

A mostra dos Filmes Finalistas foi criada com o intuito de promover os filmes finalistas do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e incentivar a formação de plateia. O projeto foi criado em 2014, e, desde então, são realizadas exibições dos longas metragens que concorrem ao Voto Popular nas categorias: Melhor longa-metragem Ficção, Melhor longa-metragem Documentário e Melhor longa-metragem Estrangeiro. Hoje o prêmio está em seis estados brasileiros: Rio de Janeiro, Santa Catarina, Minas Gerais, Maranhão, Paraíba e São Paulo.

>> Assista O Complexo:

Confira a lista de premiações

Prêmio de Melhor Documentário

Festival Internacional de Cinema Socioambiental PLANETA.Doc, 2016 – Florianópolis, SC.

IV Festival Brasil de Cinema Internacional, 2017 – Rio de Janeiro

Mostra dos filmes ganhadores do 4º FBCI no cinema Jóia de Copacabana – Rio de Janeiro

6º Cine Kurumin / Festival de Cinema Indígena, 2017 – Salvador e Aldeia Tupinambá, BA

Exibição na TVE Bahia / Edital do Cine Kurumin, 2017 – Salvador, BA

Prêmio de Outstanding Excellence

Docs Without Borders Film Festival, 2017

The International Kuala Lumpur Eco Film Festival, 2017 – Kuala Lumpur, Malásia

Mostra paralela do Festival do Filme Etnográfico do Recife, 2017 – Recife, PE

Green Film Festival / Filmambiente, 2018 – Brasília, DF

Mostra em eventos das filiais da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD)