Nova etapa do Programa Germinar cria plano de ação desenvolvimento organizacional

Nova etapa do Programa Germinar cria plano de ação desenvolvimento organizacional

Na primeira semana deste mês ocorreu o 4° módulo do Programa Germinar, com o apoio do ICV. Nesta etapa, os participantes contaram com a presença duas cooperativas e uma associação de agricultores familiares que foram atendidas pelos alunos. O módulo Fazendo Acontecer funcionou para que os alunos elaborassem planos de ação para clientes externos, ajudando-os a identificar seus desafios e resolver questões do cotidiano. Esta atividade serviu para utilizar os conceitos aprendidos nos módulos anteriores: a metodologia do processo decisório e o diagnóstico da organização em suas diversas dimensões entre outros. O programa trabalha com o desenvolvimento integral de pessoas para que atuem como agentes facilitadores de transformação e desenvolvimento social em suas comunidades.

Nova etapa do Programa Germinar cria plano de ação desenvolvimento organizacional

O curso iniciou em outubro com uma turma de 20 participantes das regiões norte e noroeste do Estado de Mato Grosso. Ao todo são cinco módulos de três dias cada. Na quinta etapa, de 24 a 27 de maio, cada aluno elaborará um plano de desenvolvimento individual para os próximos quatro anos. A aluna do curso, Patrícia Lima da Silva Zaura, secretária da associação do assentamento estadual Vila Rural 2, de Alta Floresta, contou sobre a importância do curso. “Ajuda você a trabalhar com a comunidade toda, e a como lidar com o temperamento das pessoas”, explicou. “Sinto que o Germinar trouxe muita força. Mesmo que não esteja à frente da comunidade ou da coordenação de uma associação, você consegue ajudar outras pessoas”.

Germinar

O Programa Germinar foi criado em 2003 com apoio da Adigo e do Instituto Ecosocial. Atualmente, está sob responsabilidade da organização Comviver, que tem o propósito de Semear Autonomia, Confiança e Coragem Social para Transformar. O programa busca capacitar pessoas para se engajarem em projetos de transformação pessoal e coletiva. O público-­alvo são funcionários de organizações do terceiro setor, líderes comunitários, empreendedores sociais e profissionais da área de responsabilidade social e sustentável.

O curso é dividido em cinco módulos de 30 horas cada, com um ano de duração. A iniciativa, além da parceria com ICV, conta com o apoio do projeto Aliança do Clima e Uso do Solo (CLUA, na sigla em inglês), da Empresa Pecuária Sustentável da Amazônia (PECSA), da Associação Guadalupe Agroecológica (AGuA), do SEBRAE, e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA).