04 nov 2016
Notícias

Na última reunião do ano, Comitê da PCI define plano de trabalho da Estratégia e cobra celeridade do governo

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais
Segundo Alice Thuault, diretora adjunta do ICV. Foto: Junior Silgueiro / GComMT

Segundo Alice Thuault, diretora adjunta do ICV. Foto: Junior Silgueiro / GComMT

Os membros do Comitê Estadual da Estratégia Produzir, Conservar e Incluir (PCI) se reuniram nesta quinta-feira (03), para a terceira reunião ordinária do grupo.

Durante a reunião, a última do ano, o recém-chegado diretor executivo da Estratégia, Fernando Sampaio, apresentou o plano de trabalho, que prevê ações de comunicação, monitoramento de indicadores de resultados, definição de um plano de ações e um modelo para captação de recursos.

Alice Thuault, diretora adjunta do Instituto Centro de Vida (ICV), elogiou o plano de trabalho, entretanto salienta que o governo precisa dar respostas rápidas para algumas agendas socioambientais. “O plano de trabalho está bem estruturado e acredito que possibilitará avançarmos rumo aos resultados. Contudo o tempo está correndo e precisamos progredir. Existem necessidades de respostas emergenciais do governo, independente da PCI, mas que impactam diretamente na Estratégia. Entre elas, por exemplo, o modelo de investimento do Fundo Althelia no Sistema Estadual de REDD+”. O Fundo Althelia pretende aplicar, no mínimo, R$ 16 milhões de reais em Mato Grosso. O investimento ainda não foi realizado por falta de resposta definitiva do Estado sobre a viabilidade técnica, econômica e segurança jurídica para modelar esta ação.

Os diferentes setores representados no Comitê concordam que o quadro de oportunidades é grande, com cenário favorável à captação de recursos externos para o Estado, mas necessita respostas rápidas.

Fernando Sampaio, diretor executivo da Estratégia PCI. Foto: Junior Silgueiro / GComMT

Fernando Sampaio, diretor executivo da Estratégia PCI. Foto: Junior Silgueiro / GComMT

Suelme Evangelista, secretário de Estado de Agricultura Familiar, coordenador do Eixo Incluir, também cobrou a necessidade de urgência na tomada de decisões sobretudo neste momento de crise econômica que Mato Grosso atravessa. “Gastamos um ano somente para estruturar o modelo de gestão da Estratégia. Diante da dificuldade financeira de Mato Grosso não podemos perder tempo. Precisamos resolver, com a máxima urgência, como receber os recursos que já estão disponíveis”.

De acordo com o plano de trabalho apresentado por Sampaio, o plano de ação deverá ser construído até março. Já a governança e estrutura jurídica da Estratégia deverá estar pronta até abril. “Agora, com um plano de trabalho definido, vamos começar a mapear as demandas para alcançar as metas”.

A próxima reunião ordinária do Comitê Estratégico da PCI está marcada para 26 de janeiro de 2017.

Tags:

Categorias

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo