31 mar 2016
Notícias

Prestes a deixar o governo, secretária de Meio Ambiente faz balanço da atuação aos membros do Consema

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais
Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

Em sua última semana como secretária de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Ana Luiza Paterlini esteve presente na terceira reunião ordinária de 2016 do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema), nesta quarta-feira (30), para falar da experiência no comando da pasta e também apresentar um balanço das ações da Sema nos 15 meses de sua gestão.

Segundo Peterlini, este tempo foi suficiente para entender melhor como funciona a Secretaria de Meio Ambiente. “Foram 15 meses muito intensos que serviram para eu entender melhor como funciona a Sema. Isso agregou muito ao meu trabalho como promotora pública. No âmbito da atuação da Sema, esse tempo foi suficiente para organizar o que precisava e é uma satisfação saber que o Governo vai continuar o trabalho que começamos”, disse ela.

Tendo atuado como membro do Consema quando promotora pública, na cadeira ocupada pelo Ministério Público Estadual, e como presidente do Conselho enquanto secretária da Sema, Peterlini destaca aaprovação do novo Regimento Interno como o grande avanço conquistado no período que presidiu o Conselho. “O Consema precisa deliberar mais sobre políticas públicas ambientais e esse é o palco mais importante para essas discussões. O novo Regimento Interno foi um grande avanço pois garantiu espaço pra que isso aconteça. O novo regimento, sem dúvida, fortalece o papel do Conselho e Mato Grosso só tem a ganhar com isso”.

Dentre as ações da Sema, a estratégia Produzir, Conservar e Incluir (PCI) foi um dos destaques colocados pela secretária. Segundo ela, esse compromisso pode provocar mudanças significativas na questão ambiental no estado por contar com a contribuição de representantes de diferentes setores da sociedade. “Em Paris, durante a COP 21, nos comprometemos perante o mundo em incentivar o aumento da produção aliado à conservação florestal e inclusão socioeconômica da agricultura familiar e de populações tradicionais. Essa estratégia é grande e diferente porque não foi feita apenas pelo Governo no Estado; ela conta com a contribuição dos mais diferentes segmentos da sociedade engajados em torno de um mesmo objetivo”.

Troca na Sema

Ana Luiza Peterlini deixa o comando da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) no sábado (02 de abril), em decorrência da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que impede que membros do Ministério Público ocupem cargos no Poder Executivo. A gestora é promotora em Mato Grosso há 20 anos, dos quais dez anos dedicados à área ambiental.

Com a saída de Peterlini, quem assume interinamente o comando da Sema-MT é o vice-governador, Carlos Fávaro.

A função de presidente do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema) é ocupada pelo gestor da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, conforme determina a Lei Complementar nº 38 de 21 de novembro de 1995.

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo