14 jul 2015
Notícias

Lideranças na área socioambiental de municípios do Portal da Amazônia encerram formação

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais
Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

Formação trabalhou aspectos pessoais e profissionais dos participantes. Foto: Raíssa Genro/ICV

Formação trabalhou aspectos pessoais e profissionais dos participantes. Foto: Raíssa Genro/ICV

Raíssa Genro/ICV

Quais os caminhos para construir um futuro mais sustentável para o Portal da Amazônia? Esta discussão norteou a “Formação de Lideranças Socioambientais: construindo pontes para um território sustentável” que encerrou o terceiro e último módulo na sexta-feira, 10 de julho. Realizado pelo Instituto Centro de Vida (ICV) em parceria com a Universidade da Flórida o curso reuniu, em Alta Floresta, representantes de diferentes setores da região, como poder público, indígenas e agricultores.

“Investir em pessoas nos municípios sempre foi uma vontade nossa, pois são elas que geram transformações”, disse Renato Farias, diretor executivo do ICV, no momento da entrega dos certificados. Segundo ele, a formação fortaleceu os integrantes deste grupo como pontos de apoio para discutir as questões de sustentabilidade nos municípios.

Os participantes destacaram a metodologia – repleta de dinâmicas e com atividades ao ar livre –como diferencial, aliada a abordagem prática de situações vividas. “A gente não tinha conhecimento sobre conduzir uma reunião, como gerenciar um conflito. Agora eu me sinto mais preparado para enfrentar o mundo”, avaliou Osni Hobermann, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Nova Bandeirantes.

Os participantes foram definidos através de um mapeamento de pessoas consideradas referência na área socioambiental em Alta Floresta, Apiacás, Carlinda, Paranaíta, Peixoto de Azevedo, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde e Terra Nova do Norte. As atividades tiveram início em abril, fazendo um resgate do histórico da região e do contexto em que cada um está inserido. No segundo módulo, em maio, a abordagem partiu da análise da situação atual e dos diferentes conflitos enfrentados no convívio pessoal e profissional. O terceiro e último módulo, em julho, discutiu os caminhos para uma boa governança, entendidos como formas de gestão que seguem princípios como transparência, participação, prestação de contas, capacidade técnica e financeira.

A partir da convivência e das discussões estabelecidas ao longo da formação a proposta é fazer um novo encontro em setembro, visando criar mecanismos para manter uma constante troca de experiências, apoiar a realização de projetos e realizar intercâmbios entre os municípios. “Não podemos discutir tudo que foi dito aqui e colocar na gaveta. Nunca é tarde. Precisamos começar amanhã ou depois, só não pode deixar esfriar”, lembrou Joslaine Colhado, da prefeitura de Alta Floresta.

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo