27 Maio 2015
Notícias

Agricultoras familiares estudam boas práticas de fabricação

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais
Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

Integrantes do Grupo de Mulheres da Paz, de Santa Clara, participaram da oficina. Foto: Arquivo ICV

Integrantes do Grupo de Mulheres da Paz, de Santa Clara, participaram da oficina. Foto: Alisson Fuzinatto/ICV

Sucena Shkrada Resk/ICV

Da coleta ao beneficiamento, um dos principais desafios é a condução das boas práticas. Para entender estas regras, cerca de 20 agricultoras familiares participaram de uma oficina, no dia 22 de maio, ministrada pelo Instituto Centro de Vida (ICV).  Elas integram o Grupo de Mulheres Unidas, da Comunidade Ouro Verde e do Grupo de Mulheres da Paz, da comunidade de Santa Clara, no Projeto de Assentamento (PA) Nova Cotriguaçu, em Cotriguaçu, Mato Grosso, Amazônia. A iniciativa tem por objetivo capacitar essas produtoras rurais para adequarem as suas atividades de produção principalmente de farinha de mandioca e de babaçu às boas práticas de manipulação de alimentos e técnicas de beneficiamento.

Durante a programação, as participantes discutiram sobre o planejamento do espaço de trabalho e construíram um fluxograma para ajudar a identificar e analisar os potenciais perigos durante as etapas de manipulação. Pontos críticos foram levantados na fase de coleta do coco babaçu. Para seguir as normas de segurança do trabalho, o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs), como luvas e botas, é uma das principais recomendações. Por muitas vezes, as agricultoras ficam vulneráveis a animais peçonhentos, e nas cozinhas, às altas temperaturas dos fornos.

A equipe técnica também orientou os grupos de mulheres quanto à adoção de medidas de prevenção a contaminações e de controle da qualidade dos produtos. Essas medidas estão descritas nos Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs), documentos que incorporam alguns princípios da vigilância sanitária, como por exemplo, a higienização do espaço de trabalho e pessoal, controle de vetores de doenças e limpeza regular das caixas d´água.

A iniciativa integra as atividades desenvolvidas pelo ICV, no Projeto Cotriguaçu Sempre Verde (CSV), com apoio do Fundo Vale. A oficina também faz parte de ações em parceria com o Projeto PPP-ECOS (Programa de Pequenos Projetos Ecossociais), com recursos do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) e com o Fundo Socioambiental CASA.

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo