09 dez 2014
Notícias

Dia de Campo Programa Novo Campo apresenta vantagens da pecuária sustentável

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais
Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

Raíssa Genro/ICV

Vando Telles, coordenador do Programa, destacou que o Novo Campo quer auxiliar o produtor a escolher o caminho.

Vando Telles, coordenador do Programa, destacou que o Novo Campo quer auxiliar o produtor a escolher o caminho. Foto: Raíssa Genro/ICV

O Programa Novo Campo, coordenado pelo Instituto Centro de Vida (ICV), realizou neste sábado, 6 de dezembro, o 1º Dia de Campo, na Fazenda São Matheus, em Alta Floresta. O Programa incentiva práticas sustentáveis em fazendas de pecuária na Amazônia, melhorando o desempenho econômico, social e ambiental através da adoção das boas práticas agropecuárias (BPA) da Embrapa, partindo da gestão integrada da propriedade. Francisco Militão, proprietário da São Matheus, deu início as atividades ressaltando que qualquer um pode participar do programa e ter aumento da produtividade como ele obteve. Com a intensificação da pecuária a São Matheus obteve uma margem bruta por hectare semelhante a agricultura, principal indicador de gestão monitorado pelo Programa. Resultados como este, já observados nas fazendas da fase piloto do Novo Campo, foram apresentados pelo consultor Filipe Lage Bicalho. A lotação média no Mato Grosso é de 0,76 cabeça/hectare, enquanto na microrregião de Alta Floresta é de 1,22. A diferença na produtividade é visível: 3,33 @/ha/ano frente 10,32 na propriedade de Militão.

Vando Telles, coordenador do Programa, destacou que o Novo Campo quer auxiliar o produtor a escolher o caminho. “O principal é que seja definido o sistema de produção e que se tenha uma meta bem clara”, salientou. Outros benefícios apresentados foram protocolos exclusivos de bonificação e acesso a mercados diferenciados. Agrônomos, zootecnistas, veterinários, proprietários de fazendas parceiras além de alunos do curso de especialização em pecuária de corte do Núcleo de Assistência Técnica Integrada do ICV visitaram a área onde houve a reforma e manejo das pastagens e puderam esclarecer dúvidas com Bicalho. O 1º Dia de Campo do Programa Novo Campo encerrou com um churrasco de confraternização durante o qual os interessados puderam se inscrever no Programa.

Inicialmente o Programa terá atuação nos municípios de Alta Floresta, Carlinda, Paranaíta, Nova Monte Verde, Nova Bandeiras, Apiacás e Cotriguaçu, tendo como visão tornar-se referência na disseminação de práticas sustentáveis de pecuária na Amazônia, chegando até 2017  a  300 fazendas participantes.

                O Programa Novo Campo é coordenado pelo Instituto Centro de Vida (ICV) e tem como parceiros a Embrapa, o Instituto Internacional para Sustentabilidade, Solidaridad, Imaflora, Sindicato Rural de Alta Floresta e de Cotriguaçu e JBS. O apoio é do Fundo Vale, Fundação Moore, Grupo de Trabalho da pecuária Sustentável (GTPS) e Norad.

 

 

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo