14 nov 2013
Notícias

Mato Grosso e Pará lideram alta do desmatamento na Amazônia em 2013

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais

Djhuliana Mundel / ICV

A estimativa da taxa anual do desmatamento medida pelo Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (PRODES) realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) aponta que foram desmatados 5.843 km² no período de agosto de 2012 a julho de 2013. A taxa indica um aumento de 28% em relação ao período anterior, em que foram medidos 4.571 km². Do total desse ano, 1.149 km² ocorreram em Mato Grosso, estado que registrou o maior aumento (52%) em comparação com o anterior (757 km²). O Pará registrou 2.379 km² de desmatamento, um aumento de 37% em relação ao período anterior.

“Os números confirmam a tendência de alta apontada pelo Sistema de Alerta do Desmatamento (SAD) e demonstram que a situação não está sob controle”, afirmou Laurent Micol, coordenador executivo do Instituto Centro de Vida (ICV).

Para ele, essa retomada do desmatamento tem que ser encarada como crise e precisa de uma mobilização efetiva de todos os setores, a começar pelo governo.  “É o momento de investir fortemente na efetivação do Plano Estadual de Controle do Desmatamento, que acaba de ser revisto”. Uma avaliação do ICV demonstrou que na primeira fase de implementação do Plano, de 2009 a 2012, a maior parte das ações previstas não saiu do papel.

Os dados do Prodes foram anunciados nessa quinta-feira (14) pela ministra do meio ambiente, Izabella Teixeira.

Tags:

Categorias

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo