22 nov 2013
Notícias

Fazenda de Cotriguaçu recebe o primeiro certificado de Boas Práticas Agropecuárias de Mato Grosso

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais
Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

Foto: Andrés Pasquis / ICV

Foto: Andrés Pasquis / ICV

Andrés Pasquis / ICV

Pela primeira vez no estado de Mato Grosso, uma fazenda recebeu o Certificado de Conformidade do Programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA) para gado de corte, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O atestado, na categoria bronze, foi entregue na última semana (13) para os proprietários da Fazenda Águas Claras, localizada no município de Cotriguaçu, Gilberto Siebert e Gilberto Siebert Filho, durante um dia de campo.
O reconhecimento veio após mais de dois anos de trabalho intenso, apoiados pelo projeto Cotriguaçu Sempre Verde (CSV), desenvolvido pelo Instituto Centro de Vida (ICV) e parceiros no município.

Foto: Andrés Pasquis / ICV

Vando Telles, coordenador da Iniciativa Pecuária Integrada do ICV, explicou que a integração entre os diferentes componentes do projeto CSV (boas práticas agropecuária para gado de corte e de leite, o apoio à gestão ambiental municipal e aos assentamentos, o Bom Manejo Florestal e a integração de áreas protegidas) é crucial para desenvolver um modelo de gestão municipal sustentável. “Pensando num desenvolvimento territorial sustentável, quanto às boas práticas agropecuárias, é possível e, sobretudo, necessário fazer diferente. E para isso, essa mensagem precisa ser difundida entre produtores e outros atores locais”, explica o coordenador. Ele acrescentou que esse trabalho também está sendo desenvolvido em Alta Floresta, região norte do estado, com o objetivo de promover melhores práticas na pecuária bovina visando diminuir a pressão de expansão sobre as áreas florestais, reverter a degradação ambiental, melhorar as relações sociais e aumentar a qualidade da produção e renda.

Fotot: Andrés Pasquis / ICV

Fotot: Andrés Pasquis / ICV

Durante o evento, Ezequiel Rodrigues do Valle, coordenador nacional do Programa BPA da Embrapa, explicou em que consistem essas práticas, evidenciando a importância do certificado. O programa, nascido em 2003 no Mato Grosso do Sul, partiu do questionamento sobre como melhorar a imagem da pecuária brasileira, no âmbito de um mercado internacional, cada vez mais exigente de alimentos seguros e de qualidade, fornecidos sustentavelmente. “Era necessário mudar os processos de produção, visando o aumento da produtividade e lucratividade do produtor, pois não adianta falar “verde” quando se está no “vermelho””, disse. Ezequiel explicou que existe uma lista de itens a serem atendidos para poder avaliar a propriedade que se inscreve no programa.

Nesse sentido, Vando Telles explica que as BPA são uma ferramenta de compreensão e gestão da propriedade, baseadas no planejamento, organização, direção e controle das atividades e infraestrutura da mesma. Em outras palavras, o produtor acaba tendo uma visão global do seu processo de produção, integrando adequação legal e aumento da produtividade, permitindo-lhe a tomada de decisões na busca por um melhor do produto final, preservação ambiental e qualidade de vida para os colaboradores envolvidos. “Desse jeito, o produtor evita também entrar em conflito com órgãos e leis ambientais e trabalhistas, garantindo sua adequação legal e acesso a mercados consumidores exigentes. O futuro da pecuária é sua sustentabilidade e o caminho para uma pecuária sustentável são as BPA”, pontuou.

Foto: Andrés Pasquis / ICV

Foto: Andrés Pasquis / ICV

Gilberto Siebert, acompanhado por sua família, recebeu o certificado e explicou que a adoção do programa exige trabalho, compromisso e outra visão dos processos de produção. “É verdade que é necessário um investimento importante no início, mas sempre acreditei que o futuro da nossa área depende dessas novas tecnologias. Graças a elas, e aos conselhos e orientações do pessoal do ICV, temos o orgulho de estar completando esta primeira etapa, colhendo nossos resultados. Espero que esta experiência sirva de exemplo à outros produtores, pois é só o começo!”. Ele acrescenta que “esse processo ensina a conhecer a propriedade e seu funcionamento, assim como a situação global da pecuária, mas ainda é difícil encontrar incentivos e apoio financeiro para isso”.

Esse sentimento foi compartilhado pela maior parte dos produtores presentes no evento, que se dizem interessados pela iniciativa, mas que ainda esperam ver resultados concretos.
Nesse sentido, tanto ICV quanto Embrapa insistem no fato que, para que uma pecuária sustentável seja possível, é imprescindível a participação e mobilização de todos os atores do município, produtores, organizações públicas e privadas, frigoríficos, organismos de crédito, entre outros.

Pensando em aumentar o incentivo e o apoio ao produtor, Damião Carlos de Lima, presidente do Sindicato Rural de Cotriguaçu, anunciou a criação do programa de BPA municipal que pretende estender a outras propriedades o trabalho realizado na Fazenda Águas Claras.

O Projeto Cotriguaçu Sempre Verde

O projeto Cotriguaçu Sempre Verde visa contribuir para a construção de uma nova trajetória de desenvolvimento socioambiental e econômico para esse município. Desenvolve iniciativas que aliam o apoio a gestão ambiental municipal, o bom manejo florestal (Prodemflor), as boas práticas agropecuárias, o apoio à governança social e ambiental nos assentamentos e a integração das áreas protegidas. O projeto é desenvolvido pelo Instituto Centro de Vida (ICV) e parceiros com apoio do Fundo Vale.

Boas Práticas Agropecuárias

As Boas Práticas Agropecuárias – Bovinos de Corte (BPA) referem-se a um conjunto de normas e de procedimentos a serem observados pelos produtores rurais, que além de tornar os sistemas de produção mais rentáveis e competitivos, asseguram também a oferta de alimentos seguros, oriundos de sistemas de produção sustentáveis.

http://www.cnpgc.embrapa.br/produtoseservicos/bpa/index.php

 

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo