17 jul 2013
Notícias

Mato Grosso tem aumento de 93% no desmatamento

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais
Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

Djhuliana Mundel / ICV

Os dados do Sistema de Alerta do Desmatamento (SAD) referentes a junho de 2013, divulgados nesta quarta-feira (17) pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), confirmaram a tendência de alta do desmatamento, que já vem sendo anunciada desde o final do ano passado. Os dados apontam uma alta de 93% no desmatamento em Mato Grosso no período de agosto de 2012 a junho de 2013 em comparação com o mesmo período do ano anterior, com 565 quilômetros quadrados de área desmatada, ficando atrás apenas do Pará, que desmatou 753 quilômetros quadrados, um aumento de 143%.

Em junho, Mato Grosso desmatou 33 quilômetros quadrados, representando 18% do total desmatado em toda a Amazônia Legal no período (184 quilômetros quadrados). Dos dez municípios que mais desmataram em junho, dois são de Mato Grosso: Colniza e Peixoto de Azevedo, ocupando a quarta e a quinta posição, respectivamente, no ranking. Há mais de seis meses o Instituto Centro de Vida (ICV) vem alertando sobre a alta de desmatamento ilegal em Mato Grosso, que coloca em cheque a queda que vinha sendo registrada desde 2005. Os dados comprovam que o desmatamento não está sob controle em Mato Grosso. “Ficamos preocupados porque não estamos percebendo uma ação contundente por parte do governo para enfrentar essa retomada do desmatamento no estado, que gera prejuízos enormes para a sociedade”, disse Laurent Micol, coordenador executivo do ICV. “Essa situação tem que ser encarada como crise, e precisa de uma mobilização efetiva de todos os setores envolvidos para ser estancada.” Na comparação com junho de 2012, a Amazônia Legal registrou aumento de 437% no desmatamento, com 184 quilômetros quadrados. No acumulado de agosto de 2012 a junho de 2013 o aumento é de 103% em relação ao período anterior, passando de 907 para 1.838 quilômetros quadrados.

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo