26 jul 2012
Notícias

1º Encontro de Saberes e Sabores movimenta Cotriguaçu

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais

Participantes de três comunidades rurais se reuniram para um dia de socialização de experiências

Rizza Matos / ICV

No último domingo, 22 de julho, o Projeto de Assentamento (P.A) Nova Cotriguaçu, em Cotriguaçu (região noroeste de Mato Grosso a 800 km de Cuiabá) esteve em festa. Os moradores das comunidades de Novo Horizonte, Santa Clara, Ouro Verde e Nova Esperança, com apoio do Instituto Centro de Vida (ICV), realizaram o 1º Encontro de Saberes e Sabores do PA Nova Cotriguaçu. A atividade aconteceu por meio do projeto Cotriguaçu Sempre Verde (CSV), desenvolvido no município há mais de um ano.

Para seu Flores, um dos pioneiros do P.A, que esteve à frente da organização, o momento foi de alegria. “Nós estamos felizes com essa festa. É uma satisfação receber o ICV, que tem sido nosso parceiro e também todas as pessoas que vieram prestigiar nossa comunidade”, afirmou o agricultor.

O Encontro começou com um café comunitário, regado a comidas regionais e alimentos cultivados e produzidos no PA, como bolo de castanha, canjica a base de milho, chocolate em pó natural, queijos e outros produtos derivados do leite, além de uma enorme quantidade de frutas. Enquanto tomavam café, os participantes puderam visitar as bancas de artesanato e produtos agrícolas. Foram expostos panos de prato, bordados, tapetes, bonecas, bolsas, esculturas em madeira, além dos produtos da agricultura familiar como café, mandioca, inhame, banana, cacau, doces e compotas, remédios naturais, como óleo de copaíba e o óleo de babaçu, além da castanha e seus derivados, um dos produtos nativos Amazônia.

Veja as fotos no flickr

Seu Ivinho, o artesão da comunidade, conta que desde que veio de Santa Catarina, há 19 anos, sustenta sua família com o que retira da floresta. Como artista, cria e monta objetos de decoração com pedaços de árvores que encontra nas matas. Outra parte de sua renda vem da coleta de castanhas Para ele a natureza tem sido uma parceira. “As pessoas só pensam em desmatar e se esquecem que os recursos naturais são muito importantes para nós. A gente vive da floresta e, por isso devemos cuidar dela”, ressalta Ivinho, que coleta em média 200 quilos de castanha por mês durante todo o ano.

Suzanne Scaglia, educadora em Práticas Sustentáveis do ICV, que trabalha com organização comunitária no assentamento, avalia que momentos como esse são importantes para que a comunidade se conheça e valorize o que ela mesma produz: “É o momento para que a comunidade perceba qual é a cara da agricultura familiar desse território, pois esses são produtos que estão sendo produzidos por eles. E o Encontro serviu para mostrar a qualidade do que é feito pelos agricultores. A partir de agora, a comunidade está sabendo um pouco mais desse potencial que já existe e, assim, vamos aumentando a rede de contatos e outras oportunidades vão surgindo”, explicou.

Durante o dia a equipe do ICV realizou palestras com dados ambientais, sociais e econômicos da região. Também foi lançada e distribuída a cartilha“Diagnóstico Social, Econômico e Ambiental e Planejamento Participativo” – Comunidades de Nova Esperança, Santa Clara e Novo Horizonte no PA Nova Cotriguaçu.

O ápice do Encontro foram as apresentações dos produtores e agricultores que fazem parte do grupo de trabalho do projeto Cotriguaçu Sempre Verde. Os grupos formados por pessoas das três comunidades envolvidas apresentaram, uns para os outros, o que está sendo realizado em cada comunidade.

Alvino Rosa de Oliveira, de Novo Horizonte, faz parte do grupo dos 11 produtores que aceitaram em suas propriedades em suas propriedades o projeto de piqueteamento para o gado leiteiro, a tecnologia visa uma melhor utilização do pasto e a diminuição do custo de produção e a preservação e conservação do solo e dos recursos hídricos. Veja no vídeo o depoimento do produtor:

Veja o vídeo do depoimento de seu Alvino

A agricultora, Selma, de Nova Esperança, se emocionou durante a apresentação e disse que devagar as mudanças estão acontecendo. “Ainda temos dificuldades em agregar valor ao que produzimos, mas a cada dia vamos dando um passo”, avaliou.

Cotriguaçu Sempre Verde

O projeto Cotriguaçu Sempre Verde visa contribuir para uma nova trajetória de desenvolvimento socioambiental e econômico para esse município, pautada na conservação e no manejo sustentável dos recursos naturais. Para isso o projeto atua em cinco frentes: Boas Práticas Agropecuárias para o gado de corte e de leite, Gestão Ambiental Municipal, Bom Manejo Florestal, Governança dos Recursos Naturais nos Assentamentos e Integração de Áreas Protegidas. O projeto é desenvolvido pelo Instituto Centro de Vida (ICV) e parceiros com apoio do Fundo Vale.

Tags:

Categorias

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo