19 mar 2012
Notícias

Assentados do PA Nova Cotriguaçu adotam novas práticas de criação de gado leiteiro

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais

– Rizza Matos / ICV

Estimulados por um projeto do ICV, 11 produtores começam a utilizar o sistema de piquetes

O projeto Cotriguaçu Sempre Verde (CSV), desenvolvido no município desde 2011 pelo Instituto Centro de Vida (ICV) com apoio do Fundo Vale, entregou no dia 29 de fevereiro kits para implantação de cercas elétricas em 11 propriedades nas comunidades de Novo Horizonte, Santa Clara e Ouro Verde, dentro do PA Nova Cotriguaçu. A iniciativa faz parte do programa de Boas Práticas Agropecuárias (BPA) que está sendo desenvolvido no assentamento desde julho do ano passado e integra as atividades do projeto CSV.

Através do sistema de piquetes, o programa pretende estimular o aumento da produção de leite dessas propriedades, utilizando o modelo de pecuária intensiva, diminuindo o desmatamento e incentivando a adoção de práticas que garantam o bem-estar do animal.

O sistema de piquetes rotacionados consiste na divisão do pasto em pequenas áreas (piquetes). As vacas ocupam um piquete a cada 48 horas, deixando os demais descansando. Durante esse período, o pasto se recupera e cresce novamente. Com esse revezamento os custos da produção diminuem e o lucro do produtor pode ser maior. O sistema também inclui um espaço de “lazer” para o gado, onde ele tem sombra e água de qualidade, o que reduz o estresse animal, fazendo com que a produção de leite seja maior. Segundo Sandra Gomes, educadora em Práticas Sustentáveis do ICV, o sistema também reduz o impacto sobre o meio ambiente. “Com a diminuição da área de pastagem, vai haver uma redução dos impactos ambientais no solo e também na água, pois antes as vacas ficavam soltas e acabavam entrando nas Áreas de Preservação Permanente (APP), como nas nascentes e, agora, com a instalação das bombas, a água vai chegar até o animal”, explicou a técnica.

Os kits
Cada propriedade recebeu um kit conforme a quantidade de animais e o tamanho de sua área. Todos receberam placa solar, arame para a cerca elétrica, telhas de amianto para a construção do lugar de descanso do gado, toda a fiação necessária e fertilizantes para o pasto. Dentre as 11 propriedades, três receberam bomba para distribuição de água, pois nessas propriedades, não foi possível instalar o sistema de distribuição de água por gravidade, como aconteceu nas outras nove. Em contrapartida, os beneficiados entraram com os piquetes de madeira e com a mão-de-obra necessária para montar a placa solar e cercar o pasto. Os produtores que moram em comunidades diferentes decidiram ajudar uns aos outros realizando mutirões comunitários. O último está marcado para o dia 29 de março. Essas propriedades também vão receber acompanhamento da equipe técnica do ICV pelos próximos dois anos. A equipe vai acompanhar o desenvolvimento da atividade e auxiliar os produtores na elaboração de projetos.

Energia Elétrica
Para implantar o sistema de piquetes é necessário que a propriedade rural tenha rede de energia elétrica, mas o PA Nova Cotriguaçu não possui esse recurso, por isso a necessidade das placas solares que além de distribuir energia para as cercas também vai servir para iluminar as casas dos pequenos produtores.

A assentada Joana D´Arc, uma das beneficiadas, contou para equipe que, a partir de agora, vai poder utilizar seu liquidificador que, por muito tempo, ficou guardado no armário da cozinha. Além disso, ela vai poder instalar até quatro bicos de luz em sua casa. “Hoje eu vejo as coisas mais claras. Passaram muitas organizações por aqui, mas a única que não prometeu e está fazendo é o ICV”, disse.

O projeto
Cotriguaçu possui cerca de 80% da área de floresta conservada, mesmo assim, o município compõe a lista do Ministério do Meio Ambiente (MMA) das cidades que mais desmatam na Amazônia Legal. Diante disso, o projeto Cotriguaçu Sempre Verde visa contribuir para uma nova trajetória de desenvolvimento social e econômico para esse município, pautada na conservação e no manejo sustentável dos recursos naturais. Atualmente, o projeto atua em cinco frentes: Boas Práticas Agropecuárias para o gado de corte e de leite, Gestão Ambiental Municipal, Bom Manejo Florestal, Governança Socioambiental nos Assentamentos e Gestão Territorial Indígena. O projeto Cotriguaçu Sempre Verde é desenvolvido pelo Instituto Centro de Vida (ICV) e parceiros com apoio do Fundo Vale.

Tags:

Categorias

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo