24 jul 2009
Notícias

ONGs e Governo preparam o Plano de Manejo do Parque do Juruena

Autor: Assessoria de comunicação

Compartilhe nas redes sociais
Galeria de Imagens: clique para ver em tela cheia

– Augusto Pereira

O Parque Nacional Juruena, localizado entre o norte do estado de Mato Grosso e sul do Amazonas, conta com uma área de 1,9 milhão de hectares. É o quarto maior parque do Brasil. Esta UC (Unidade de Conservação) é um componente do Corredor de Conservação do Sul da Amazônia, um mosaico de UCs criados para conter o processo de degradação da floresta.
Diante da barreira legal das UCs as ações de desmatamento são inibidas, mas o risco não desaparece. Por isso os Parques Nacionais precisam do Plano de Manejo, um projeto de uso que ouve as populações do entorno do Parque e atende a critérios estabelecidos pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente).
Para a elaboração desse plano serão considerados o diagnóstico técnico e o diagnóstico participativo, que envolveu a comunidade. “O Plano de Manejo é o manual de uso do Parque. Ele vai dizer como o Juruena funciona para turismo e pesquisa”, diz Gustavo Irgang, coordenador do Programa de Conservação do ICV (Instituto Centro de Vida), “nele existem estratégias de utilização e os alvos de conservação descritos”.
Nos dias 20 e 21 de julho o ICV, a WWF Brasil e o ICM Bio (Instituto Chico Mendes de Biodiversidade) estiveram reunidos para integrar os dados desses diagnósticos. Cristiane Figueiredo, do ICM Bio, destaca que onde houve demandas de populações tradicionais (indígenas e ribeirinhos) essas foram contempladas. Para Cristiane “a elaboração é um processo construído por várias mãos, inclusive das comunidades de dentro e do entorno do Parque. Todos ganham com o Plano de Manejo do Parque Nacional do Juruena”.

Tags

Leia também...

© 2020 - Conteúdo sob licenciamento Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil ICV - Instituto Centro de Vida

Desenvolvido por Matiz Caboclo