Fazendas do Programa Novo Campo fazem parte de saída de campo da Aliança Global para Florestas Tropicais

Fazendas do Programa Novo Campo fazem parte de saída de campo da Aliança Global para Florestas Tropicais

Duas fazendas participantes do Programa Novo Campo, que promove práticas sustentáveis em fazendas da Amazônia, receberam entre os dias 17 e 18 de março, cerca de 30 participantes da Assembleia Geral da Tropical Forest Alliance 2020. As visitas integram parta das programações da Assembleia, que além de Alta Floresta realizou saídas de campo em outros sete locais e continua em Brasília até o dia 22. O objetivo é demonstrar que é possível produzir carne sem novos desmatamentos na região amazônica.

Participantes visitaram duas fazendas com práticas sustentáveis. Foto: Raíssa Genro/ICV

Na sexta-feira, 17, os participantes conheceram o Programa e a atuação dos demais parceiros, como JBS e Imaflora. Representantes do Fundo Climático Althelia e da estratégia PCI – Produzir, Conservar e Incluir do Estado de Mato Grosso também apresentaram as ações em andamento a respeito de investimentos privados e políticas públicas para a conservação ambiental. “Nos ajudou a ver a interação entre os fornecedores indiretos, que é um desafio, na prática. Foi interessante ver este sistema em que o produtor é parceiro de uma empresa”, afirmou Pedro Burnier, da Amigos da Terra, após conhecer o funcionamento do Novo Campo.

No sábado, 18, o grupo visitou a fazenda Bevilaqua, em Carlinda, e Nossa Senhora Aparecida, em Paranaíta. Ambas são parceiras da Pecsa – Pecuária Sustentável da Amazônia e aplicam técnicas de intensificação e tecnificação das áreas ao mesmo tempo que restauram áreas de preservação permanente. As propriedades cercaram seus cursos de água, implantaram sistemas para que o gado possa beber água, reduziram a idade de abate, entre outras ações, aumentando assim a produtividade e tornando as fazendas mais adequadas ambientalmente. “Pra nós que trabalhamos com sustentabilidade corporativa é muito interessante ver a prática, nos ajuda a ver que a teoria é viável em campo”, analisa Rebeca Lima, do CDP (Carbon Disclosure Projet), que divulga e gerencia impactos ambientais de empresas para investidores tomarem decisões.

O Programa Novo Campo, coordenado pelo Instituto Centro de Vida (ICV), parte de seis componentes principais que tratam da mobilização dos pecuaristas, da formação de profissionais de assistência técnica, da premiação do produto pelos compradores, do financiamento para os investimentos, do monitoramento e rastreabilidade da cadeia, e da integração com políticas de desenvolvimento territorial sustentável.

 

Sobre a Tropical Forest Alliance 2020

A Tropical Forest Alliance 2020 (TFA 2020) reúne empresas globais do setor de bens de consumo nas cadeias de óleo de palma, soja, carne, polpa e papel constituindo uma parceria público-privada global em que os parceiros adotam ações voluntárias, individualmente e em conjunto, para reduzir o desmatamento associado ao abastecimento de commodities.